Tagged: Lugares Toggle Comment Threads | Atalhos de teclado

  • CarlaOliveira 2:17 on 03/05/2009 Permalink | Responder
    Tags: , Lugares, , , ,   

    Ao virar da página 

    Desde que voltei de L.A. que ainda não tinha voltado ao local que dá o rosto a este espaço, ali em cima, bem no topo desta página. Como eu disse há tempos, este é um local para ir apenas nos momentos especiais, aqueles que não devem ser planeados, têm de acontecer…

    Assim foi e, mais uma vez, voltei a ser feliz nesse local mágico que dá para o Oceano e sinto que foi então que uma página se virou. Vejam o que comemos, desta vez em Portugal (mafuca, ri-te com esta 😛 )

     

    02abr09-3

    02abr09-4

    Depois de 2 meses a comer nachos na Califórnia e no México, daqueles acabadinhos de fazer, cheios de salsa, queijo e molho guacamole, eis que vou a Cascais e volto a saborear os ditos, desta vez sem o travo a “influências mexicanas” da SoCal., mas com a memória dessa temporada doida que aí vivi.

    Depois, a somar a este despertar da memória, eis que assistimos a um pôr-do-sol magnífico, daqueles que se perdem no horizonte e que deixam o sol repleto de cores quentes e deliciosas por largos minutos. Lembrei-me de novo dos sunsets da Califórnia e de repente recordei que a beleza das coisas não está nas coisas em si, mas no olhar de quem vê. Porque o olhar é muito mais do que se vÊ. É a soma disso com as memórias de tudo o que vimos e o imaginário de tudo o que queremos ver…

    02abr09

    02abr09-6

    E foi nesse local, o tal que está bem lá no topo desta página e que deu o mote ao tema deste Capítulo, que senti que se tinha virado uma página. Como num ciclo. Então, a partir da próxima semana este blog passará a chamar-se …. … …. ….

    ….

    Terão novidades em breve 😉

    Anúncios
     
    • Tânia 16:27 on 04/05/2009 Permalink | Responder

      Bar do moinho…pois é amiga também adoro esse bar…e a esplanada tem uma vista de cortar a respiração!
      Ainda bem que estás de volta, espero que voltes a gostar de estar por terras portuguesas dentro em breve, e que essas saudades dos eua sejam ultrapassadas pelas alegrias de voltares a estar com os teus amigos! Beijokas

      • Carlita 22:31 on 09/05/2009 Permalink | Responder

        Eu não teria dito melhor, amiga… são as novas alegrias em Portugal que me fazem esquecer as saudades dos EUA. Mas nós somos um povo de saudade, não é verdade?! Ihiih
        Beijinhoss

    • Sandra Bessa 20:08 on 04/05/2009 Permalink | Responder

      Acho tudo lindo…os nachos, a festarola, o pôr do sol….mas e o nome do blog???? lanças a dica e dp matas uma pessoa de ansiedade!! LOL

      Fica bem and just be happy my friend!

      • Carlita 22:29 on 09/05/2009 Permalink | Responder

        Ohh Sandra, és sempre uma ternura ^^
        O novo nome vem “já a seguir” e as coisas lindas, os nachos, festarola e pôr-do-sol são também para pôr nossa na lista de coisas a fazer (a par com o trabalho, a tese… LOL)! Ehehh

        Beijinhos

  • CarlaOliveira 2:59 on 29/03/2009 Permalink | Responder
    Tags: , Lugares, ,   

    Bell of Friendship 

    img_0652

    O sino da amizade é um monumento histórico-cultural que representa a amizade entre a Coreia e os Estados Unidos da América. Oferecido pela República da Coreia aos E.U.A. em honra da sua aliança na Guerra da Coreia, este sino encontra-se no topo do Angels Gate Park, em San Pedro, desde 1976.

    É um sino gigaaante que pesa umas boas toneladas e encontra-se num género de pagode com 12 colunas. É tocado por martelo quatro vezes por ano (pudera!!! Nem quero imaginar a potência do som.. . Será que são pessoas que activam o martelo?!).

    A vista do topo do pagode é lindíssima. De um lado, o mar e a praia ao fundo das montanhas, do outro, a baixa de São Pedro onde se encontra o Worklport L.A. Ao meio, um horizonte marítimo de perder a cabeça onde o sol reflecte em tons de laranja rosado.

    E claro que este post não faria sentido se fosse meramente “histórico-cultural”. Quero fazer dele um pretexto para agradecer à Mafalda – que me acompanhou sempre neste tipo de maluquices [como vêem no topo deste post] por toda a sua paciência e companhia ao longo destas sete semanas em L.A.

    E não faz sentido eu falar de Amizade sem dizer a todos vós que me seguem que tenho orgulho “nisto” que nos une… Seja em Portugal, Bruxelas, Nova Iorque ou lá onde for, obrigada por estarem desse lado e por tornarem esta minha aventura tão sentida e partilhada. Tão perto de vós…

     
    • zorzevalente 23:44 on 30/03/2009 Permalink | Responder

      Que belo pagode…ou será melhor no plural. Brincadeira ou talvez não…
      Quanto ao sino Bell of Friendship, não passa de um jovem e peso leve ao pé do Tsar bell em Moscovo ou dos mais belos e ressonantes sinos (nota de baixa frequência, equivalente a um nota baixa na escala de um órgão) , são os do Japão, como é o caso do pertence ao Templo Jodo de Chiom em Kyoto
      Pergunta? Qual é as dimensões, o peso, idade dos sinos referidos?
      Zinhos.

    • adilia oliveira 10:45 on 31/03/2009 Permalink | Responder

      É lindo , sim senhor!!!!

      E tu ,como boa observadora, não deixas escapar uma oportunidade…..

      Diverte-te, ainda que com coisas sérias , que um bom lema de vida.

      Gosto de te ver feliz . Parabéns pelo teu espírito crítico e pela alegria com que vives as coisas.

      Beijinho…

    • Telma 16:20 on 31/03/2009 Permalink | Responder

      Não tens q agradecer, é um prazer, é como se estivesse também por ai a passear contigo. 😀

      Diverte-te.

      E bom regresso! Por cá te espero 😉

  • CarlaOliveira 8:55 on 26/03/2009 Permalink | Responder
    Tags: Lugares, , ,   

    Marina del Rey – a inspiração britânica 

    A Marina del Rey é um dos maiores portos artificiais do Mundo para pequenas embarcações. A poucos quilómetros de Los Angeles, foi um pulinho de carro até começarmos a avistar água, barcos, iates, lojas, restaurantes e cafés que enchem os 3,4 Km2 de marina.

    A Fisherman’s Village, onde se encontra esta marina, é uma cidade piscatória inspirada nas vilas costeiras de Inglaterra. As fachadas coloridas e os decks de madeira lacada a branco não deixam enganar… 😉 Como sempre, voltámos a rever um pouco do nosso velho continente reflectido deste lado do Atlântico.

    Tinha de deixar aqui uma nota aos barris. Achei um piadão ao facto de todas as casas terem à frente um barril daqueles que nós conhecemos para o vinho e que, neste caso, eram utilizados para transporte de mercadorias. Hoje, a sua função já não é cumprida, mas os barris mantêm-se lá para inglês ver! … Ermm, ou será “para americano ver”?! Bem, não sei! Sei que só me lembrava do Ferrão da Rua Sésamo e dos agripinos…

    Álbum. Mapa.

     
    • adilia oliveira 22:19 on 29/03/2009 Permalink | Responder

      Será que os barris estavam lá para Portugas verem?!! 🙂

      Tão fantástico esse momento 😉

      Um grande beijo

  • CarlaOliveira 3:47 on 23/03/2009 Permalink | Responder
    Tags: Lugares, , Venice   

    A Veneza Americana 

    img_0232Chamei a este post “A Veneza Americana” só por soar melhor. Na verdade devia ser “A Americana Veneza” porque o que salta à vista é o facto de ser a “versão” americana de Veneza.

    Pois é, depois de um Sábado no deserto só mesmo um Domingo perto do mar. E assim foi, Domingo eu e a Mafalda resolvemos ir conhecer esta cidade com canais, pontes e  gôndolas como vemos em Veneza. Assim é Venice Beach, construída pelo milionário Abbot Kinney (indústria do tabaco), em 1900, na esperança de potenciar o desenvolvimento cultural da Califórnia do Sul. Acontece que, para este senhor, a geografia e a hidrografia não eram um forte e, uns anos depois, Venice acabou por ser assolada por enchentes e problemas de esgotos.

    Hoje, apenas uma pequena parte dos canais originais sobrevive e é possível percorrê-la a pé entre arbustos, pontes pedonais, patos, água, barcos e barquinhos.

    Eu gostei! Parece uma “Venice dos Pequeninos”. Só não encontrei o governador Arnold Schwarzenegger… diz que foi em Venice Beach que ganhou a sua musculatura e desde então esta praia recheou-se de muitos outros culturistas.

    Venice fica aqui e aqui está o álbum que marca a presença destas duas portuguesas aventureuras pelos canais!

     
    • mafalda 8:51 on 24/03/2009 Permalink | Responder

      grandes vidas!!

    • adilia oliveira 10:58 on 24/03/2009 Permalink | Responder

      Não perdes umaaaaaaaa!

      Mas gostei muito!

      Beijinhos

    • Nuno 23:10 on 24/03/2009 Permalink | Responder

      Manda postais da Venice dos pequeninos 🙂

      Já temos um abre-cartas todo XPTO 😉

  • CarlaOliveira 18:41 on 22/03/2009 Permalink | Responder
    Tags: , Lugares,   

    Depois de Palm Springs 

    Pronto, pronto, cá está o feedback de Palm Springs cozinhado em modo expresso!!!

    Sábado fomos visitar Palm Springs que é uma cidade a cerca de 200 Km de Los Angeles conhecida por ter sido habitada por comunidades de Índios. Hoje, ainda encontramos alguns vestígios da ocupação índia nesta cidade, mas a fama de Palm Springs prende-se mais com os destinos de Resorts de Luxo e Golf.

    Como poderão ver pelas fotografias, Palm Springs tem um clima desértico, com areia, cactos e ventos fortes, mas fica no enclave de montanhas que geram uma espécie de microclima de sol e calor, com uma leve brisa… No entanto, quando olhamos para as montanhas que nos ladeiam, podemos ver neve. Fantástico, não?! Estar no deserto e ver neve ao redor, ahahah. Fascinante. Só me assustou mesmo o caminho para lá em que os ventos eram tão fortes que o carro dançava sem controlo na estrada. Mas gostei do facto de, na entrada para o enclave “Palm Springuiano” ter visto DUAS ROTUNDAS!!! Como aqui é tudo tão grande, vasto e a direito, não existem rotundas como em Portugal!

    Sobre a cidade, são umas quantas avenidas “equadrinhadas” (em grelha 😛 ) com imensas lojinhas, casas, cafés, bares, theatres e palm threes, claro!

    Só para que conste, Palm Springs tem o desenvolvimento que hoje lhe conhecemos graças ao investimento em linhas férreas por volta de 1800-e-troca-o-passo naquela época da “febre das linhas férreas” para ligar os vários estados da América, sabem? Um investimento incalculável dada a vastidão imensa destas terras… Não admira que tenham tentado trocar o ferro pela madeira para os carris…

    Aqui fica um registo visual para vocÊs. Para saciar ficou a vontade de assistir a um Pow-wow, aqueles eventos dos índios nativos com danças e músicas como vemos nos velhos westerns…

    Beijinhos

    PS – Algumas fotos são dedicadas a alguns de vós que “encontrei” em cafés e achei piada 😛

     
    • rita 19:17 on 23/03/2009 Permalink | Responder

      Muitoo bem dona Carla, muito bem! Adorei as fotos! Agora só falta o post de venice beach eheheh
      vamos lá!!!! dormir é prás crianças! 😉 beijinhos

    • aristides oliveira 22:44 on 23/03/2009 Permalink | Responder

      Gostei muito ! Mas a forma como nos transmites as tuas emoções, não só nos deliciam ,como a mim, por vezes , me deixam arrepiada !

      E … olha que…….é preciso dormir , sim!!! 😉

      Beijinhos

    • mafalda 9:01 on 24/03/2009 Permalink | Responder

      eu definia aqui muito bem Palm Springs…mas é uma definição muito à Pedro…e tem de ficar entre nós!!!jajajajaja como diz o outro

    • rita 22:04 on 24/03/2009 Permalink | Responder

      uma outra visão de los angeles (por um nova iorquino – dá um desconto táaaa= 🙂 http://www.jasonmulgrew.com/main/2008/07/24/thoughts-after-living-in-los-angeles-for-two-months/

  • CarlaOliveira 7:13 on 17/03/2009 Permalink | Responder
    Tags: Lugares, ,   

    San Francisco recebe portugueses 

    Foi no passado Sábado, dia 14 de Março, que a cidade de São Francisco recebeu a visita de um grupo de portugueses a estagiar na Califórnia. Carla, Mafalda, Lígia, Telmo e João foram os protagonistas desta aventura que começou pelas 10h30 e só acabou quando o cansaço deu os seus sinais ao amanhecer de Domingo.

    Foram centenas as milhas percorridas a pé pela cidade conhecida pelos seus morros e colinas, o que, a par com a Golden Gate, fazem lembrar a Lisboa da Ponte Salazar e das Sete Colinas.

    Civic Center, Downtown, Chinatown, Fisherman’s Wharf e North Beach foram os principais pontos de paragem. Entre as principais atracções encontram-se a City Hall, a Pirâmide Transamérica, a Rua Lombard e o Pier 39 –  locais que merecem a atenção de milhares de turistas todos os anos.

    Ao perto ficaram ainda por conhecer muitos outros locais como a Golden Gate e a Ilha de Alcatraz.

    O dia terminou com um jantar em casa de amigos cujo terraço tem, provavelmente, a MELHOR vista nocturna sobre a cidade. Reuniu-se boa gente, boa conversa e boa disposição que desambiguaram numa animada saída ao bar Funkconnection.

    A noite acabou por terminar numa pastelaria americana com donuts-24h/dia quando as calorias do jantar já tinham ficado algures na pista de dança com o som funk.

    Nota final: Obrigada a todos pela companhia e hospitalidade. ADOREI!!!

    Registo visual aqui 😛

    Pier39 aqui.

    Lombard Street aqui.

     
    • asiram85 12:55 on 17/03/2009 Permalink | Responder

      Ponte Salazar???? Mudou oficialmente de nome, caso não saiba 😛

    • Carlita 17:42 on 17/03/2009 Permalink | Responder

      Snif, era só para o parágrafo não perder o ritmo… Mas pronto: Ponte 25 de Abril…

    • asiram85 23:10 on 17/03/2009 Permalink | Responder

      isso…sacrifica a democracia a favor de questões ritmicas baaah

      lol just kidding sweetie 😉

    • rosa 21:57 on 18/03/2009 Permalink | Responder

      Eu cá sou toda pelo ritmo, dah! Não arreliem a pena à rapariga!
      Que saudades de S. Francisco!

    • Telma 10:59 on 19/03/2009 Permalink | Responder

      Carla, diz-me, a que cheira LA?

      • Carlita 15:42 on 21/03/2009 Permalink | Responder

        Nao posso catalogar… LA e’ tao grande, tao grande que nao cheira a nada em especifico,depende das zonas. Mas perto do mar cheira a algas, nas zonas mais urbanas cheira a “um quente abafado”, por causa da poluicao. Nas zonas sociais cheira a comida e os centros comerciais cheiram a doces e chocolate.
        Um mix de cheiros e sabores, mesmo!

  • CarlaOliveira 22:57 on 13/03/2009 Permalink | Responder
    Tags: Lugares, ,   

    If you’re going to San Francisco… 

    Já comecei ontem os preparativos para este fim de semana, ora vejam:

     

    dsc00325

    Porquê??

    dsc00343

    “If you’re going to San Francisco
    Be sure to wear some flowers in your hair
    If you’re going to San Francisco
    You’re gonna meet some gentle people there “

    Voltarei em breve!!! Bom fim-de-semana 😉

     
    • Mónia 16:41 on 16/03/2009 Permalink | Responder

      Querida Carlota!!!!
      Fico feliz por saber que está tudo bem contigo minha linda!
      Tou com saudades tuas miga, sabes que és uma pessoa muito especial e orgulho-me de poder fazer parte da tua vida.
      A tua força de vontande e garra são admiráveis.
      Já sinto falta dos nossos coffes e conversas 😉
      Bjocas fervorosas!!!!
      PS:Tenho estado com a Tânia e com a Soraia e tamos todas a tua espera para o tal jantar oky?!!!

      • Carlita 15:44 on 21/03/2009 Permalink | Responder

        Ola minha amiga queridaaaa 🙂
        Muito obrigada pela tua mensagem! Estou louca por voltar e poder estar com todas vos, contar esta minha aventura e saber o que tem andado por ai a fazer 😛
        Vou esperar esse jantar!!! Beijinhos

    • Telma 20:04 on 16/03/2009 Permalink | Responder

      Filme
      Spike Lee quer incendiar Los Angeles
      05.02.2009
      diminuiraumentar

      O realizador está à procura de produtores para filme sobre os motins em Los Angeles, em 1992

      Spike Lee (“Malcom X”,”O Infiltrado”) quer realizar um filme sobre os motins de Los Angeles em 1992. Esses dias de violência urbana foram provocados pela decisão dos tribunais de ilibar os agentes da polícia que tinham sido acusados de agredir o afro-americano Rodney King. Durante seis dias a violência invadiu a cidade, várias pessoas foram agredidas e assassinadas e várias lojas foram pilhadas e incendiadas.

      Este projecto faz parte dos projectos de Lee desde 2006, mas ainda não encontrou os produtores indicados. Tem ainda um problema com o orçamento disponível, que não lhe permite realizar o filme como pretende. “O projecto não está morto, mas a dormir”, diz o realizador, citado pela revista “Les Inrockuptibles”

      Spike Lee está neste momento envolvido em vários projectos: a sequela de “O Infiltrado”, um “biopic” sobre a vida de James Brown, com Wesley Snipes no papel de Brown, e um documentário sobre Michael Jordan. O realizador comprou recentemente os direitos para produzir “Now the Hell Will Start”, a história de uma soldado negro que mata o seu superior na II Guerra Mundial e é obrigado a fugir para a selva birmanesa. É o segundo projecto de Lee baseado na II Guerra Mundial, depois de ter realizado “Miracle at Santa-Anna” (sem estreia prevista para Portugal) no ano passado.

  • CarlaOliveira 11:28 on 06/03/2009 Permalink | Responder
    Tags: Lugares, ,   

    Andre, andre, yipa, yipa!!!!!! 

    Margaritas, sombreros, nachos, guacamole, cactos, diz-vos alguma coisa??? Pois bem, aprendi com Speedy Gonzales e vou partir daqui a correr para o México. Vemo-nos daqui a três dias.

    La cucaracha!!! La la la láaaa, la la la la la ra la láaaaa

     
    • Nuno 6:20 on 09/03/2009 Permalink | Responder

      Ixxx… esse vídeo não honra o mítico Speddy Gonzales…

      La la laaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa 😀
      (my song) :p

      Tenta este: 😀

      ou este: 😛

      e ESTE: \o

      ainda faço um vídeo a cantar isso e coloco aqui…. (NOT) 😀

  • CarlaOliveira 16:27 on 30/01/2009 Permalink | Responder
    Tags: , Lugares,   

    A capa deste capítulo 

    À primeira vista, a imagem do cabeçalho deste blogue pode parecer uma daquelas que vêm predefinidas nos temas do WordPress e que basta Gostar >> Seleccionar e dar “OK”!

    Desenganem-se…

    Convido-vos a olhar de novo. Aliás, convido-vos a Ver. Vá, olhem de mais perto e apreciem…

    Fantástico, hein?! E o melhor de tudo é que é real =)

    Alguns de vós – não muitos –  já estiveram comigo nesse lugar encantado. É um dos que guardo na minha memória dessa terra onde, à maneira do Malato, já fui muito feliz!

    Fica bem pertinho do sítio onde moro e é, sem dúvida, um lugar onde gosto de ir de vez em quando. Sim! Só de vez em quando porque as coisas especiais não podem tornar-se corriqueiras sob pena de perderem a sua aura… Entre o mar e a serra, entre o azul e o verde, a maresia e as flores, água e terra, o solo e o abismo… respiramos fundo e sentimos aquela energia entrar, deixando uma réstia de calma e levando consigo os medos e as angústias. É bom para meditar, sim…

    Uma amiga minha disse-me há dias: “Carlita, se queres um conselho, visita um sítio especial antes de ires embora. Fica lá a contemplá-lo e guarda uma memória fotográfica desse local. Não imaginas quão bom será depois recordá-lo quando tiveres saudades“.

    Amiga, já está. Por motivos que tu tão bem conheces ainda não pude lá ir pessoalmente dar um último olhar, mas é esta a memória que levo comigo. Melhor do que isso, é com ela que abro este capítulo da minha vida e é ela que me acompanhará nesta aventura por terras de outros mares e outras serras, mais distantes.

    Deixo-vos com mais umas imagens deste local (sim, sim, eu sei, preciso de experimentar as funcionalidades do blogue antes de partir) e uma música que é impossível não me ecoar quando falo em “Lugares Encantados“.

    Até mais.

     
    • Telma 17:24 on 03/02/2009 Permalink | Responder

      Não vai a Carla ao Moinho vai o Moinho à Carla.

      E tudo aquilo que não for a ti, fecha os olhos e recorda, sorri, logo logo estás aqui 😉

      LA vai deixar saudades e o bichinho de viajar muito!

      MÓZAAAMBIQUÊ here we gooo!

      Kisses for the CSI LA, há?! lol passa haver 😛

c
Compose new post
j
Next post/Next comment
k
Previous post/Previous comment
r
Responder
e
Editar
o
Show/Hide comments
t
Go to top
l
Go to login
h
Show/Hide help
shift + esc
Cancelar