E se um dia eu fosse um pacotinho Nicola?

Hoje tirei uns momentos do meu dia porque tive uma vontade irrepreensível de extrapolar sobre coisas parvas. Estava aqui levada nos meus pensamentos quando pensei em twittar. Como sabem, cada tweet tem de cumprir a meta dos 140 caracteres, o que nos obriga muitas vezes a pensar curto ou a pensar sobre metáforas ou sentidos implícitos. Muitos de vós saberão ao que me refiro… Queremos meter o Rossio na Betesga e dizer muito em escassas palavras.

Foi então que percebi que o que eu queria dizer hoje se adequava perfeitamente ao tipo de mensagens que os pacotinhos de açúcar da Nicola costumam ter. Tenho de admitir que sou fã número 1 do conceito! Não sou coleccionadora, mas guardo comigo uns pacotinhos que me foram oferecendo ao longo dos cafézinhos que fui tomando ao longo da vida com as mais variadas companhias. Sou daquelas que gostam de acreditar que há mensagens subreptícias que o Universo nos quer passar a cada momento. Acho que pensando assim, acabamos por dar sentido a pequenos gestos e desejos que, só por acreditarmos neles, fazemos acontecer. E acreditem, comigo resulta! Muitas das minhas pequenas conquistas derivam das pequenas coisas em que sempre acreditei e que, de repente, fiz tornarem-se reais.

Quem não se lembra das frases: “Um dia saio para a rua a gritar bem alto que sou feliz”, “Um dia encho-te o quarto de flores”, “Um dia ponho a mochila às costas e vou correr o mundo”, Um dia isto, um dia aquilo, e termina sempre em beleza: “Hoje é o dia!” São mensagens inspiradoras e motivacionais que eu acho que funcionam muito melhor do que as do tabaco, por exemplo. Não seria muito mais eficaz encontrar escrito nos maços: “Um dia deixo de fumar”?! LOL.

O desafio não é meu, é da Nicola e joga perfeitamente como formato “twittado” e facebookiano” dos 140 caracteres com mensagens curtas e substanciais. Até seria interessante que a Nicola desenvolvesse uma campanha no Twitter mobilizando as pessoas a darem a sua versão de “Um dia”…

Quanto a mim, UM DIA começo a realizar todos os desejos que me foram oferecendo, fazendo do “Hoje” os “uns dias” que vou guardando religiosamente  na carteira e a marcar as páginas de livros… Para que todos os “Uns dias” em que digo acreditar sejam hoje, porque hoje sei que isso depende de nós. “Um dia faço de ti a pessoa mais feliz do mundo…” diz um desses pacotinhos. Pois bem, a minha versão hoje é: “Um dia faço de MIM a pessoa mais feliz do mundo”.

 

DSC00456

Anúncios