Um momento…

Hoje até o dia acordou para me tentar alegrar… À janela, eram 7h30 da manhã em Portugal, o arco-íris espreitava por entre uma selva de nuvens cinzentas…

 

 

Há dias difíceis. Eu sei que ninguém disse que esta aventura ia ser fácil… mas nunca esperei que fosse assim…

Não consegui dormir nada… faltam três dias para partir, muita papelada para tratar e um rol de coisas para resolver nesta cabeça…

Deixo-vos com “Um momento”. Por nenhuma razão particular… apenas porque neste momento só os tons menores parecem acalmar o meu dilúvio interior…

 

Até breve.

 

“Uma ferida que dói

Não por fora, por dentro…”

 

Anúncios